27 abril 2015

Arte - Exportação!


Como Ingressar no Mercado Norte-Americano de quadrinhos??...

- Já pensou Publicar suas artes em uma editora mainstream (Marvel ou DC comics)?
- ou em grandes editoras norte-americanas como a Image, Dark Horse, Top Cow ou Dynamite Entertainment??



 É dificil ser desenhista em quadrinhos no Brasil. O artista precisa ser bem versátil. Viver somente de quadrinhos para o mercado interno é quase uma 'missão impossível'. O preço é baixo e os pagamentos costumam atrasar. Por isso, o jeito é correr atrás de trabalhos em áreas como ilustração editorial, ilustração infantil, storyboards para publicidade, design gráfico, design multimídia,Websites, diagramação etc.
     Já nos Estados Unidos é bem diferente. Você consegue ganhar bem. O mais legal é que lá se valoriza o artista, pagando preços justos. Por conta disso, atraiu (e continua atraindo) um batalhão de artistas de todo o mundo, querendo fazer parte do time de artistas ('casting') nas grandes editoras americanas ('mainstream') como a Marvel comics, DC comics, Dark Horse, Image, etc...

   E para a Arte não existe fronteiras!. - e o que realmente importa para o editor (ou agente de quadrinhos) é qualidade e profissionalismo do artista e não sua nacionalidade. Por isso, o mercado  norte-americano de quadrinhos  ou o mercado europeu, ambos são mercados extremamentes concorridos. Apesar de tais dificuldades, isto não quer dizer que não temos artistas brasileiros de alto-nivel produzindo 'super-herois' no mercado de quadrinhos estadunidense. Existe mais de 50 artistas brasileiros que trabalham para o exterior na atualidade, com determinação, comprometimento e um show de talento, eles conquistaram o tão sonhado "contrato de exclusividade" nas grandes editoras como a Marvel e DC Comics. - Brasileiros que se tornaram 'grandes estrelas' e referencia na industria de quadrinhos, como exemplo: Adriana Melo, Mariah Benes, Cris Peter, Adriano Batista, Ivan Reis, Renato Guedes, Paulo Siqueira, Rafael Albuquerque, Daniel HDR, Joe Prado, Joe Bennett, Rod Reis, Ed Benes, Eddy Barrows, Mike Deodato Jr, Will Conrad, Luke Ross, Jack Jadson, Jack Herbert, Greg Tochinni, Rob Lea, Roger Krux, Eduardo Schaal, Klebs Jr, Manny Clark, Fábio Laguna, Lipe Diaz, Peter Vale, Fred Benes, Mozart Couto, Marcio Abreu, Felipe Massafera, Geraldo Borges, Alexandre Jubran, Allan Goldman, Moon & Bá, Al Rio, Eduardo Schloesser, Carlos Magno, Rafael Grampá  e entre tantos outros.

    E para publicar quadrinhos fora do Brasil, o artista tem duas opções:
a) ter contato direto com o editor estrangeiro ou b) fazer contato com um agente caça-talentos de quadrinhos ou fazer parte de alguma agência ou estúdio de arte que agencia artistas para o exterior. A segunda opção seria a mais coerente e mais fácil para ingressar neste mercado tão disputado.

      Bom, qualquer artista pode ser agenciado: Desenhistas, Arte-finalistas e Coloristas podem submeter seus trabalhos para avaliação á futuros Testes. A única ressalva é quanto a Roteristas. Por quê? Primeiro, pela barreira da língua; e segundo, porque é muito díficil você vender uma idéia "mirabolante" que mudará o Universo DC ou Marvel para os americanos. A Marvel é bem fechada nesse aspecto, e a DC não lê submissões não-requeridas. Eles só avaliam material já publicado, que dificulta ainda mais as coisas.

   E para conseguir uma oportunidade no mercado norte-americano de quadrinhos (EUA), seja no contato direto com o editor ou atravez de um agente. É necessário ter um trabalho bem profissional e completo. Por isso entenda-se: domínio de anatomia (proporção e linguagem corporal), perspectiva, luz e sombra, detalhamento de cenários e materiais, e o mais importante: narrativa visual.

    O artista precisa saber contar uma história visualmente, ou seja, diagramar suas páginas de forma que a leitura flua. E também, claro, ter um estilo de desenho vistoso, que chame a atenção de alguma forma.

      No caso dos Desenhistas: ter em seu portifólio páginas de quadrinhos, e não somente pin-ups, ilustrações e esboços. Isso não é um exemplo de arte para Comics. Além disso, deve mostrar que domina os fatores explicados acima. - Quer ser desenhista em quadrinhos, faça páginas de quadrinhos! esqueça as pin-ups. - Agora se quiser ser desenhista de Pin-ups, faça (somente) as pin-ups e deixa bem claro isso, que você desenha somente pin-ups.(que supostamente, neste caso, especifico das pin-ups, quando o editor precisar de alguma pin-up na capa da revista dele, você será convocado, apenas para isso! - fazer a capa).
      Arte-Finalistas: trazer páginas de quadrinhos finalizadas, com cópias do lápis das respectivas artes. Nesse caso, é legal apresentar também pin-ups e ilustrações, para ver a variação de traço, tratamento e efeitos.
      E os Coloristas devem mandar arquivos (no máximo com 100 dpi) por e-mail ou gravarem CDs com seus trabalhos e os enviar por correio.
      Um detalhe importante: como os editores, agentes ou estudios de artes, recebem muitas amostras, testes para avaliações, por isso, não espere uma resposta imediata. Mande somente cópias de seus trabalhos, nunca os originais, pois nada é enviado de volta.

       Quer se tornar um profissional dos quadrinhos? Se você tem certeza disso mesmo? Bem, então estude, estude e estude. Não só quadrinhos. Estude arte, leia livros, cresça como ser humano, ganhe importância. Se, mesmo assim, você ainda quiser fazer quadrinhos, estude mais ainda, porque é "dificil pra burro!".
  Bom, com bastante esforço e profissionalismo você chega lá! -conquistando os "famosos" contratos de exclusividade. E vale a pena!!!.
    E uma dica importante: mantenha sempre um ritmo de produção constante. Para os gringos, prazos são essenciais. Caso não os cumpra, as ofertas de trabalho serão cada vez menores, a não ser que você seja um Bryan Hitch ou um Alex Ross da vida.

     E para finalizar, para o estudante de arte resta apenas 3 palavras: estudar, estudar e estudar. E para o aspirante à artista de quadrinhos A de sempre: desenhar, desenhar, desenhar, e desenhar, desenhar, desenhar e  quando estiver cansado desenhe mais um pouco!!!.

   ...E até a proxima!!!!....galera!!!.....


Carlos Rodriggs.
(Comic Book Artist)