03 abril 2014

- "Apenas Faça!"

Antes de ser desenhista superstar, Jim Lee foi rejeitado na Marvel Comics.




     Jim Lee alcançou sucesso na indústria norte americana de quadrinhos trabalhando para a Marvel Comics, principalmente depois que assumiu a revista dos X-Men. Ele atraiu fãs e criou uma legião de desenhistas que tentavam emular seu traço.

   

    Se você viveu os anos 90 e leu Historias em Quadrinhos nessa época com toda certeza um nome você deve lembrar: Jim Lee!. O artista sul coreano começou sua carreira nos gibis da Tropa Alfa e do Justiceiro e logo chamou atenção com seu estilo detalhista, cheio de hachuras, mulheres sensuais e uma arte cheia de ação. O passo seguinte foi ir para o gibi "Uncanny X-Men" onde angariou mais e mais fãs. 

       Em 1991, Jim Lee lançou o título "X-Men" ao lado de Chris Claremont que, logo em sua edição de estreia, se tornou o gibi mais vendido de todos os tempos, somando mais de 8 milhões de cópias vendidas.

    No ano seguinte, já no início da década de 1990, foi um dos fundadores da Image Comics, abriu seu próprio estúdio (WildStorm Comics) e em 2001 foi desenhista exclusivo da DC Comics junto com o roterista Jeph Loeb e seu arte-finalista Scott Williams criaram "Batman Silêncio" em 12 edições, onde o sucesso foi tão grande que a imagem do Batman mais fiel é a sua...cadernos, bonecos, mochilas, adesivos, todos com o Batman aos seus traços e estilo proprio. Então todos queriam vê-lo desenhando Superman, na qual foi um outro titulo pela marca DC Comics, que Jim Lee desenhou e "estorou" como "desenhista Superstar" da DC Comics.


    Mas em 2010 Jim lee voltou ao topo, desta vez, como um dos chefões da DC Comics como "Co-Publishers". (Na qual esta até hoje , 2014, como "Co-Publishers" chefiando a DC Comics, uma das editoras norte-americanas de quadrinhos mais "top" dos EUA).



 Seja qual for a sua opinião sobre ele, é inegável que o cara alcançou um sucesso raro em seu meio profissional.


Mas nem sempre foi assim.

  Veja abaixo uma das cartas da Marvel, assinada por Elliot R. Brown, recusando os trabalhos de Jim Lee e dando dicas de como melhorar seus desenhos, antes de ele alcançar o estrelato alguns anos depois, pela mesma editora.
O seu trabalho parece feito por quatro pessoas diferentes. O melhor desenho é o da página 7, no painel com os agentes (canto inferior esquerdo), e o close de rosto. O resto dos desenhos são de qualidade muito inferiores. O mesmo pode ser dito da sua arte-final. Reenvie quando seu trabalho estiver consistente, e aprender a desenhar mãos”, diz a carta.

Esta é uma das cartas de rejeição reunidas pelo site Distractify, que mostram personalidades sendo recusadas no início da carreira. Outras foram Madonna, Tim Burton, U2, J.K. Rowling, Jerry Seinfeld, Elvis Presley, Steve Jobs, Oprah Winfrey e outros.


A moral da história? Nunca desista de seus sonhos!

Jim Lee nasceu na Coréia do sul, em 1964, e emigrou mais tarde para o EUA, onde tinha planos de seguir os passos de seu pai e seguir se formar em Medicina. Estudou na universidade norte-americana de Princeton, onde se formou em Psicologia, mas indo atrás de seus impulsos artísticos acabou seguindo o caminho que seu "dom" o levou, ingressando no mundo das artes como desenhistas em quadrinhos após a graduação. E com o seu "traço" se tornou um dos artistas mais bem-sucedido e um dos ícones mais importantes e influentes para o mercado norte-americano de quadrinhos.  



Se você não desenha todos os dias, vai perder seu trabalho pra um Cara que desenha todos os dias. by Jim Lee.
Então, chegamos na seguinte conclusão: -"Apenas faça!"... 
Não desanime, Desenhe sempre!!...
Um famoso instrumentista internacional costumava dizer: 
"Se eu não praticar um dia, ninguém perceberá. Se eu não praticar dois dias, eu perceberei. Se eu não praticar três dias, o mundo inteiro perceberá."


Fontes: sites (UniversoHQ e Yahoo-Noticias).