29 abril 2014

Book de Stan Lee e John Buscema



Boa Noite galerah!!!....


...só tô passando por aqui, pra dizer que recomendo este book! ( "Como desenhar quadrinhos no estilo Marvel by Stan Lee e John Buscema)....


-este é um livro que todo estudante interessado em trabalhar com quadrinhos deve ter!...

(o bom de tudo isso, é que você encontra na versão traduzida p/ o português ou se preferir tem a versão original em inglês).


#FicaaDica

#CoisasDeDesenhista

Carlos Rodriggs.


10 abril 2014

As "pin ups" e a "imagem" da mulher nos quadrinhos.


A grande maioria do público feminino deixam de curtir ou acompanhar o mercado norte-americano de quadrinhos ou não colecionam quadrinhos de Super herois por conta da seguinte questão:

"Mulheres nos quadrinhos norte americanos de super herois (Comics), são ridiculamente hiper sensualizadas - uniformes absurdos, poses físicamente esquisitas (quando não impossíveis) para mostrar seus atributos físicos.Enquanto a Arte desses posteres é bonita, atraente e muito nostálgica, tudo o que está fazendo é reforçar esses estereótipos de que a Super Heroina não é nada senão uma pin-up (figura sensual)."

E em todas as palestras que eu já participei, esta questão - porque quando se desenha uma personagem feminina, tem que ser uma "mulher gostosona" ???... Desenhar "mulheres gostosonas" é uma exigência dos Editores ou Agentes, isto é fato!... mas eu sempre respondo: - isto não é um "problema" exclusivo ou unico do mercado norte-americano de quadrinhos, isto, é um problema da MÍDIA EM GERAL, da multimídia!! -seja ela qual for, na mídia impressa ou digital,...na publicidade, nas piadas das rádios, nas imagens das revistas, e propagandas nas TVs, video-games ou filmes e claro, e isto, por sua vez, reflete nos quadrinhos.


   E  isso, só nos faz pensar, ou ter a certeza, de que a "imagem" que se vende mais "publicidades' ou que atraem mais públicos, é da "imagem" que possuir um melhor poder de "sedução", claro, para isso, usando a figura feminina.

   Mas, agora, nos ultimos tempos, recentemente, vem sendo mudado, aos poucos na indústria internacional de quadrinhos. Onde o público- feminino vem crescendo cada vez mais como "publico-alvo consumidores", aquele publico fiel, que curte ir nas bancas ou nas livrarias todos os meses para comprar quadrinhos. E isso, aos poucos, de uma certa forma, vem "incomodando" os Editores das grandes editoras internacionais de quadrinhos, como por exemplo, a Marvel comics e a DC comics, e estam colocando o publico-feminino em seus "publicos-alvo" principal, pensando já, em recordes de vendas.

    E isto, (esta nova visão de mercado para a industria de quadrinhos), esta refletindo, cada vez mais, para as grandes editoras, de tal forma, que faz os Editores ou Agentes prestarem mais atenção, de qual forma, ou maneira, o desenhista representa a "imagem" da Mulher nos quadrinhos. Exemplo disso, ...tanto que a DC Comics, já começaram a colocar "mais roupas" para as personagens femininas, na saga " Novos 52" da DC comics, trocaram todos os uniformes dos personagens, principalmente, das personagens femininas, deixando a "sensualidade" e a tecnica de "arte - nú artistico" para a suposta "atração", em segundo plano, isto, pensando "estrategicamente" para o NOVO PUBLICO de leitores, que vem crescendo cada vez mais!!!.....o publico feminino!!!!.....


    Bom, para ilustrar e reforças o texto sobres estas "mudanças" de visual nas Super-heroínas dos quadrinhos, 

repare, abaixo, a Mulher Maravilha (Wonder Woman), antes ela estava com a calcinha á mostras, na nova saga "Novos 52" da DC comics, a Wonder Woman já aparece com um visual mais moderno e casual, com calças jeans.




    Agora veja o antes e o depois da Poderosa ( Powergirl), no "antes", ela estava com um decote mais ousado e com o par de seios grandes!!!.... Já na nova saga "Novos 52" da DC comics, a heroina já aparece com os seios menores e sem o decote.



    Agora, se estes novos visuais, vão fazer sucessos???... é uma outra questão! ou se os fãs curtiram??(principalmente para o publico do sexo masculino). Ou se estes novos visuais vão durar muito tempo na industria de quadrinhos???... ou se é apenas um "teste" de mercado??...isso é uma outra questão. Porém as mudanças foram feitas, estrategicamente, pensando no NOVO PUBLICO de leitores e fãs, que não pará de crescer, o publico feminino.

Carlos Rodriggs.

03 abril 2014

- "Apenas Faça!"

Antes de ser desenhista superstar, Jim Lee foi rejeitado na Marvel Comics.




     Jim Lee alcançou sucesso na indústria norte americana de quadrinhos trabalhando para a Marvel Comics, principalmente depois que assumiu a revista dos X-Men. Ele atraiu fãs e criou uma legião de desenhistas que tentavam emular seu traço.

   

    Se você viveu os anos 90 e leu Historias em Quadrinhos nessa época com toda certeza um nome você deve lembrar: Jim Lee!. O artista sul coreano começou sua carreira nos gibis da Tropa Alfa e do Justiceiro e logo chamou atenção com seu estilo detalhista, cheio de hachuras, mulheres sensuais e uma arte cheia de ação. O passo seguinte foi ir para o gibi "Uncanny X-Men" onde angariou mais e mais fãs. 

       Em 1991, Jim Lee lançou o título "X-Men" ao lado de Chris Claremont que, logo em sua edição de estreia, se tornou o gibi mais vendido de todos os tempos, somando mais de 8 milhões de cópias vendidas.

    No ano seguinte, já no início da década de 1990, foi um dos fundadores da Image Comics, abriu seu próprio estúdio (WildStorm Comics) e em 2001 foi desenhista exclusivo da DC Comics junto com o roterista Jeph Loeb e seu arte-finalista Scott Williams criaram "Batman Silêncio" em 12 edições, onde o sucesso foi tão grande que a imagem do Batman mais fiel é a sua...cadernos, bonecos, mochilas, adesivos, todos com o Batman aos seus traços e estilo proprio. Então todos queriam vê-lo desenhando Superman, na qual foi um outro titulo pela marca DC Comics, que Jim Lee desenhou e "estorou" como "desenhista Superstar" da DC Comics.


    Mas em 2010 Jim lee voltou ao topo, desta vez, como um dos chefões da DC Comics como "Co-Publishers". (Na qual esta até hoje , 2014, como "Co-Publishers" chefiando a DC Comics, uma das editoras norte-americanas de quadrinhos mais "top" dos EUA).



 Seja qual for a sua opinião sobre ele, é inegável que o cara alcançou um sucesso raro em seu meio profissional.


Mas nem sempre foi assim.

  Veja abaixo uma das cartas da Marvel, assinada por Elliot R. Brown, recusando os trabalhos de Jim Lee e dando dicas de como melhorar seus desenhos, antes de ele alcançar o estrelato alguns anos depois, pela mesma editora.
O seu trabalho parece feito por quatro pessoas diferentes. O melhor desenho é o da página 7, no painel com os agentes (canto inferior esquerdo), e o close de rosto. O resto dos desenhos são de qualidade muito inferiores. O mesmo pode ser dito da sua arte-final. Reenvie quando seu trabalho estiver consistente, e aprender a desenhar mãos”, diz a carta.

Esta é uma das cartas de rejeição reunidas pelo site Distractify, que mostram personalidades sendo recusadas no início da carreira. Outras foram Madonna, Tim Burton, U2, J.K. Rowling, Jerry Seinfeld, Elvis Presley, Steve Jobs, Oprah Winfrey e outros.


A moral da história? Nunca desista de seus sonhos!

Jim Lee nasceu na Coréia do sul, em 1964, e emigrou mais tarde para o EUA, onde tinha planos de seguir os passos de seu pai e seguir se formar em Medicina. Estudou na universidade norte-americana de Princeton, onde se formou em Psicologia, mas indo atrás de seus impulsos artísticos acabou seguindo o caminho que seu "dom" o levou, ingressando no mundo das artes como desenhistas em quadrinhos após a graduação. E com o seu "traço" se tornou um dos artistas mais bem-sucedido e um dos ícones mais importantes e influentes para o mercado norte-americano de quadrinhos.  



Se você não desenha todos os dias, vai perder seu trabalho pra um Cara que desenha todos os dias. by Jim Lee.
Então, chegamos na seguinte conclusão: -"Apenas faça!"... 
Não desanime, Desenhe sempre!!...
Um famoso instrumentista internacional costumava dizer: 
"Se eu não praticar um dia, ninguém perceberá. Se eu não praticar dois dias, eu perceberei. Se eu não praticar três dias, o mundo inteiro perceberá."


Fontes: sites (UniversoHQ e Yahoo-Noticias).